segunda-feira, 31 de outubro de 2011


Deus é Musical?
Pode haver pergunta mais misteriosa do que esta?
Qual a relação entre Deus e a música? Teria a música algo a ver com a redenção humana? Para estas e outras perguntas encontramos respostas nas Escrituras.
Deus é musical e é a origem da música
O livro de Jó, no capítulo 38, versículos de 4 a 7, relata o momento sublime da criação. Lá estava o Todo-Poderoso "lançando os fundamentos da terra". O versículo 7 nos traz a impressionante revelação de que havia música na criação: "...quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam..."
É fácil perceber que antes da criação a música já existia, por onde se conclui ter sido criada por alguém que só pode ser o Senhor Deus.
Esta música era perfeita até sofrer as conseqüências resultantes do pecado do homem instigado por Satanás. Daí por diante, tornou-se decaída e misturada, de acordo com os sentimentos do homem, que é capaz de amar e odiar quase ao mesmo tempo.
Deus é Criador de Instrumentos
"Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom..." Gênesis 1:31. Lá estava o Éden, jardim de Deus. De acordo com Ezequiel 28:13-15, havia no Éden um lugar, mais precisamente um monte santo, onde um querubim especial tinha a responsabilidade do serviço musical. Para isso ele dispunha de alguns instrumentos, entre eles: pífaros e tambores, com os quais cumpria o propósito divino.
Outra importante revelação bíblica: "...a obra dos teus tambores e dos teus pífaros estavam em ti; no dia em que foste criado foram preparados" - v. 13. Aqueles instrumentos foram preparados por alguém, certo? Quem foi este alguém? A resposta é: o Senhor Deus!
Quando o querubim foi colocado naquele lugar, encontrou tudo pronto. O Deus Todo-Poderoso já havia preparado para ele os instrumentos musicais.
Deus é compositor
Até parece brincadeira, mas a verdade é que o texto bíblico nos revela ter havido um dia em que o Senhor Deus resolveu se comunicar com seu povo através de um cântico de sua autoria: "Escreverei para vós outros este cântico, e ensinai-o aos filhos de Israel; ponde-o na sua boca, para que este cântico me seja por testemunha contra os filhos de Israel" - Deuteronômio 31:19.
Depois da obra da cruz, onde se deu a restauração espiritual e moral do homem, também foi restaurada a musicalidade divina. Davi declara que depois de ter sido tirado de um lago horrível, do poço de perdição, foi colocado sobre uma rocha (a figura de Cristo) e recebeu um cântico novo (Salmos 40:2-3).
Este cântico novo é a música divina presente no homem regenerado, e que agora faz parte de sua nova vida (Salmos 42:8), de seu relacionamento com Deus (Salmos 30:12), com os seus irmãos (Efésios 5:19) e de seu testemunho diante dos homens (Salmos 40:3; Salmos 126:2).
Agora entendemos o propósito divino com relação à música. Ela foi criada por Deus e colocada no homem para que este o adore com amor todos os dias e por toda a eternidade!
"Cantai ao Senhor um cântico novo, cantai ao Senhor, todas as terras. Cantai ao Senhor, bendizei o seu santo nome; proclamai a sua salvação, dia após dia" - Salmos 96:1-2.
****************
Pr. Adhemar de Campos
É músico, cantor, compositor, e é Pastor auxiliar na Igreja Comunidade da Graça no Brasil na sede em São Paulo.

Vice-Presidente da AMC - Associação de Músicos Cristãos do Brasil, autor de mais de 300 composições e também versionista de mais de 100 músicas de origem norte-americana e de língua hispânica, cantadas por expoentes da música evangélica como: Don Moen, Ron Kenoly, Bob Fitts, Paul Wilbur (Estados Unidos), Marcos Witt (México)

sábado, 29 de outubro de 2011

DIA 29 DE OUTUBRO IGREJA BATISTA GRAÇA E LUZ CÉU NA TERRA



GRAVAÇÃO DAS BATERIAS DO CD DO TOCANDO OS CÉUS MICAEL ROSBACK E LEONARDO CÉSAR

 SISTEMA PROTOOLS HD
 ANDRÉ MARTINS E FILIPE CARVALHO
 FILIPE NOS CONTROLES DOS BOTOEZINHOS

 IZALTINO JÚNIOR "SUPER CAPACITADO"
 O MAIS QUE IRMÃO MICAEL ROSBACK
 LEOZINHO COMPANHEIRO DE LONGA DATA
BATERA DO TOC


 HIGH DEFINITION
CEU
 MICAEL ROSBACK
PRA MIM É UMA HONRA TE-LO COM A GENTE 
RESPEITO DEMAIS ESSA FAMÍLIA
PAULO, TIAGO E MICAEL...
 EU QUERO AQUI HONRAR ESSE BROTHER, NÓS COMEÇAMOS ISSO TUDO
CHAMAMOS ALGUNS AMIGOS E FOMOS PRA GUERRA, NO MEIO DO CAMINHO
DEUS TEVE OUTRA IDEIA, AO INVES DE UM MINISTÉRIO PORQUE NÃO DOIS?
É ISSO QUE ACONTECEU, GRAVAMOS AS BATERAS DO TOC E DO MARCELO CLEANDO
QUE ESTA GRAVANDO UMAS 5 MUSICAS MINHAS... DEUS VAI TE HONRAR...
VOCE É UM DOS MAIORES MINISTROS DE LOUVOR E ADORAÇÃO QUE EU CONHEÇO
DEUS TE ABENÇOE...

ANDRÉ E MICAEL TUDO COMEÇA COM PIZZA KKKK

terça-feira, 18 de outubro de 2011


ESTILO DE VIVER... ADORANDO...



SÓ VENCE O QUE LUTA...


BIG BANG... DEUS É PERFEITO... 
O MILAGRE FOI MAIOR DO QUE EU IMAGINAVA...




O MAIOR PRIVILÉGIO QUE TEMOS É
SABER QUE SENDO TORTOS, DEUS NOS FARÁ NOVO... DE NOVO...

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

A batalha de Davi e Golias é uma das histórias mais bem-conhecidas em toda a Bíblia. Um campeão, Golias, saía do campo dos filisteus todos os dias durantes mais ou menos quarenta dias, desafiando o exército israelita para mandarem um competidor digno. Este gigante filisteu tinha mais ou menos três metros e usava pelo menos 55 kilos de armadura. Confiante na superioridade de seu equipamento e da sua força natural ele propõe uma competição em que o ganhador ficaria com tudo. Ninguém aceitava a proposta!

O jovem Davi foi enviado por seu pai para levar grãos tostados, pães e queijo para os seus irmãos e o seu comandante na frente da batalha. Foi neste campo que a vida de Davi tomou um rumo diferente, e nunca mais seria a mesma. O resultado final, porém, não aconteceu por acidente. Davi fez quatro coisas que, para sempre, instruirão os jovens e os jovens de coração.

- Ele se aproveitou da sua oportunidade: Conhecemos Davi como um pastor, um músico, um salmista, um lutador e um rei. Mas a porta para uma carreira bem-sucedida como homem de Deus apareceu para ele no vale de Elá. Ao observar de primeira-mão a intimidação e guerra psicológica de Golias, Davi perguntou, “… aos homens que estavam consigo, dizendo: Que farão àquele homem que ferir a este filisteu e tirar a afronta de sobre Israel? Quem é, pois, esse incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?” (I Samuel 17:26). Ninguém jamais consegue qualquer coisa de importância se não aproveitar de suas oportunidades. A covardia das forças armadas israelitas, incluindo o Rei Saul, era uma porta aberta para Davi. O mesmo menino pastor que havia matado um leão e um urso diria ao rei “este incircunciso filisteu será como um deles…” (17:36).

- Ele não permitiu que a sua juventude o detesse: O irmão mais velho de Davi, Eliabe, falou com desdém: “Por que desceste aqui? E a quem deixaste aquelas poucas ovelhas no deserto? Bem conheço a tua presunção e a tua maldade; desceste apenas para ver a peleja” (17:28). Outros que minimizavam poderiam ter dito: “Ah, ele é jovem e inexperiente. É apenas a exuberância da juventude.” Mesmo hoje, os jovens na igreja naturalmente procurarão as pessoas mais velhas em posições de influência, mas isso não quer dizer que eles não tenham nada a oferecer. Um jovem piedoso pode fazer uma diferença!

- Ele viu a vitória antes de lutar a batalha: Não se pode perceber algum traço de medo na voz de Davi neste episódio todo. Pelo contrário, a sua coragem espalha. Ele informou ao rei: “Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá e pelejará contra o filisteu” (17:32). Quando, enfim, aconteceu a batalha, Golias deu um ataque verbal: “Sou eu algum cão, para vires a mim com paus?” (17:43). Da mesma maneira que falar feio é uma parte feia dos esportes modernos, era uma parte da etiqueta das batalhas antigas. Tem-se a impressão, mesmo assim, que Golias estava genuinamente ofendido com o jovem bonito, não ameaçador, que estava diante dele. É o melhor que os israelitas podem oferecer? Pelo contrário, Davi ficou firme e envolveu o gigante verbalmente, mas não se orgulhou da mortal certeza da funda dele. “Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado…porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará nas nossas mãos” (17:45,47).

- Ele foi movido por um propósito maior: Davi fala ao seu oponente que a vitória iminente tinha um objetivo maior: “e toda a terra saberá que há Deus em Israel” (17:46). O jovem Davi foi movido pela vingança do nome de Deus em um mundo ignorante. Davi não aceitou sentar ou ficar quieto quando o filisteu incircunciso desafiou os exércitos do Deus vivo! Enquanto a verdade de Deus leva uma pessoa a indignação justa e confiança absoluta, como também preocupação pelas almas perdidas de outras pessoas, ela não poderá mais tremer em timidez. Ao invés disso, ela se levantará e agirá. Como Isaías, ela dirá “Aqui estou, envia-me”.

Como termina esta história? “Assim, prevaleceu Davi contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e o feriu, e o matou” (17:50).

O resto, como dizem, é história...

Você fica triste em pensar em quantos dos seus amigos e vizinhos não conhecem a Deus? Se isso te chateia, o que você fará? Vai ficar aí parado(a)?

LANÇAMENTO DO CD "És meu Senhor"